BRASÍLIA

GDF

Mais de 4,8 mil órteses e próteses foram entregues pelo DF em 2021

Publicados

em

O Distrito Federal entregou 4.835 órteses e próteses no ano passado, 44% a mais do que em 2020, quando foram distribuídos 3.239 aparelhos. Neste ano, já foram distribuídos 930 equipamentos, pelo Núcleo de Produção de Órteses e Próteses (Nupop) do Distrito Federal, também conhecido como Oficina Ortopédica, e pelo Núcleo de Atendimento Ambulatorial de Órteses e Próteses e Materiais Especiais (NAOPME). As duas unidades são vinculadas à Subsecretaria de Atenção Integral à Saúde (Sais) e responsáveis pela avaliação, acompanhamento e encaminhamento de pacientes para confecção de órteses e próteses ambulatoriais.

Em todo o ano passado, foram entregues 209 órteses para membros inferiores e superiores e 479 próteses mamárias, para membros inferiores e superiores. Além disso, foram distribuídas 1.223 cadeiras de banho, disponíveis em quatro modelos; 1.078 cadeiras de roda, em 8 modelos conforme as características do usuário; 1.001 palmilhas ortopédicas; e 422 calçados especiais. A lista é composta ainda por almofadas terapêuticas, andadores, bengalas, coletes ortopédicos e muletas.

De acordo com a chefe do Núcleo de Órteses e Próteses, Maria Fernanda Baciuk, “a Oficina Ortopédica devolve aos pacientes, principalmente aqueles com deficiência, as funcionalidades do corpo, a independência. Muitos conseguem voltar ao mercado de trabalho, por meio de uma protetização, conseguem viver mais”

A chefe do Núcleo de Órteses e Próteses, Maria Fernanda Baciuk, explica que o objetivo de cada um dos aparelhos é atender às necessidades dos pacientes. “A Oficina Ortopédica devolve aos pacientes, principalmente aqueles com deficiência, as funcionalidades do corpo, a independência. Muitos conseguem voltar ao mercado de trabalho, por meio de uma protetização, conseguem viver mais”, alega.

Os aparelhos ortopédicos são adquiridos por meio de licitação com base na tabela de preços do Ministério da Saúde. “Nós pedimos os aparelhos conforme a demanda. A empresa envia os equipamentos que não precisam de molde, como as cadeiras, e logo os entregamos. Para os que precisam dos moldes, nós convocamos os pacientes para tirar as medidas com a empresa e ela tem até 60 dias para entregar as órteses e 90 para as próteses”, informa Maria Fernanda.

Leia Também:  Sete hospitais terão salas de acolhimento para casos suspeitos de dengue

No caso da órtese para membro superior, o processo é diferente. Quem tira as medidas dos pacientes é a própria Oficina Ortopédica. O terapeuta ocupacional Ricardo Alcântara explica: “Nós importamos por licitação uma placa termomoldável, que permite que a gente faça a órtese e entregue para o paciente, no mesmo dia, em até uma hora. Serve para corrigir lesões na mão, braço e punho, com a imobilização da área”, explica. Em 2021, foram produzidas 200 unidades do aparelho.

A Oficina também ajusta equipamentos entregues pela unidade em um maquinário próprio. Para isso, o produto deve estar fora do prazo de garantia. “Às vezes, é uma rodinha da cadeira que emperrou, alguma coisa que se descolou. O paciente vem com o aparelho, a gente conserta e ele volta pra casa com tudo certo”, explica Maria Fernanda. Em 2021, 232 próteses e órteses passaram por reforma.

Próxima entrega

A partir da próxima semana, serão entregues 365 órteses para membros inferiores – em média 40 pacientes por dia, de segunda a sexta-feira, até que todos os aparelhos sejam distribuídos. “Estávamos há sete anos sem entregar essas próteses e, até o final da ata, vamos distribuir mais de 1.300”, explica a chefe da Oficina Ortopédica. “Hoje estamos na melhor situação da oficina nos últimos quatro anos, em que os pacientes são atendidos com zelo, e não há entraves aos processos”, completa a profissional.

Nesta quarta-feira (27), uma família indígena, da etnia Kamayurá, recebeu uma cadeira para banho e uma de rodas para um homem tetraplégico. A tia do paciente, que atua como cuidadora dele e que preferiu não se identificar, por segurança, diz que os aparelhos representam melhorias na vida de toda a família. “As minhas costas doíam muito ao dar banho nele, porque a outra cadeira que temos é muito baixa. Outra tia, que me ajuda a cuidar dele, também reclamava disso. Agora vai ser tudo mais fácil. Também vamos poder levar ele pra passear, dar uma voltinha na rua”, afirma.

Leia Também:  Comitiva europeia visita unidades de atendimento à população de rua do DF

Atendimento

Para receber alguma órtese, prótese ou demais itens ortopédicos, o paciente ou o responsável precisa ser atendido pela Secretaria de Saúde do DF (SES-DF), para que haja a emissão de um pedido do aparelho. Com o pedido em mãos, a pessoa deve agendar uma avaliação com fisioterapeuta ou terapeuta ocupacional pelo site agenda.df.gov.df ou pelo telefone 2017-1145, ramal 1164. O encontro será no NAOPME, que fica na Estação do Metrô da 114 Sul.

Após a avaliação, o paciente deve aguardar a convocação para o recebimento do aparelho. O contato ocorre por telefone, por isso é importante manter o cadastro atualizado. O fornecimento é realizado por ordem de inscrição e está condicionado à disponibilidade do material em estoque.

Maiores informações podem ser obtidas pelo site da Secretaria de Saúde (https://www.saude.df.gov.br/ortese-e-protese) ou pelos telefones:
– Núcleo de Produção de Órteses e Próteses (NUPOP) – Oficina Ortopédica
Endereço: SGAP, Bloco G, Lote 06, SIA, Parque de Apoio da Secretaria de Saúde do Distrito Federal
Telefone: (61) 2017-1145 ramal: 1129

– Núcleo de Atendimento Ambulatorial de Órteses e Próteses e Materiais Especiais (NAOPME)
Endereço: Estação do Metrô da 114 Sul, Praça do Cidadão
Telefone: (61) 2017-1145 ramal: 1164

Fonte: Agência Brasília

COMENTE ABAIXO:

GDF

R$ 59 milhões para reforma e manutenção de escolas em Samambaia

Avatar

Publicados

em

Por

Instalações a serem construídas levarão mais qualidade de vida a toda a comunidade | Foto: Kiko Paz/Novacap

Desse total, R$ 9,6 milhões são para a reconstrução da EC 425, que teve a ordem de serviço assinada nesta quarta; governador anunciou ainda trabalhos em mais duas instituições de ensino

Adriana Izel, da Agência Brasília | Edição: Chico Neto

Em local provisório desde a década de 1990, a Escola Classe 425 de Samambaia será reconstruída pelo Governo do Distrito Federal (GDF). Na manhã desta quarta-feira (25), o governador Ibaneis Rocha assinou a ordem de serviço para o início das obras do equipamento público na QS 425, Área Especial 2. Serão investidos R$ 9,6 milhões. O valor se soma aos R$ 59 milhões aplicados pelo GDF apenas em Samambaia para reforma e manutenção de escolas da rede pública.

“A gente entrega para a população de Samambaia aquilo que ela merece. A educação é prioridade no nosso governo”Governador Ibaneis Rocha

“São R$ 59 milhões investidos aqui na cidade, e agora nós partimos para a reconstrução daquelas escolas mais antigas onde não cabiam mais reformas”, declarou o governador. “Serão três escolas, começando por essa em que estamos aqui hoje”. As instituições citadas são a Escola Classe 410 e a Escola Classe 415, ambas licitadas.

“A gente entrega para a população de Samambaia aquilo que ela merece”, prosseguiu o governador. “A educação é prioridade no nosso governo. Nós não paramos na pandemia. Trabalho o tempo todo, e a Secretaria de Educação é uma pasta que tem investido mais nos ambientes escolares, nos professores e nos gestores.”

Após assinar o documento, o governador participou do início da demolição da escola, que será toda derrubada para a construção da nova estrutura em terreno com área de 8.389,91 m². A escola oferecerá suporte para 1.254 alunos em dois turnos. “Vai seguir o modelo mais moderno que a gente tem de escola hoje”, antecipou a secretária de Educação, Hélvia Paranaguá. “Vai ter tudo: laboratório, quadra coberta, 19 salas para atender a criançada. Vocês vão ver que show vai ficar”.

Leia Também:  Deck Sul arrumado e com vigilância 24 horas por dia

Serão construídas 19 salas de aula, além dos espaços de reforço, de artes, de apoio, dos professores e dos servidores. Também estão no projeto os laboratórios de informática e ciências, auditório, biblioteca, refeitório, secretaria, cozinha com depósito e oito banheiros –quatro para os alunos, dois para servidores e dois administrativos. Completam a estrutura um parquinho, uma área de horta, uma quadra coberta, uma guarita e um estacionamento com 30 vagas.

A reconstrução será feita por meio de um convênio entre a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) e a Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap). “A Novacap vai fiscalizar e acompanhar toda a execução da obra”, explicou o diretor financeiro e administrativo da companhia, Elie Chidiac. “Será uma nova estrutura que vai se adequar ao século 21. Esse é um prédio que não atende mais a metodologia de ensino”.

Demanda antiga

“É uma vitória imensa para toda a comunidade”.Claudeci Ferreira, administrador de Samambaia

“O governo somou esforços, e esse é um passo para a Escola Classe 425, que atende hoje 600 estudantes”, ressaltou a coordenadora regional de ensino de Samambaia, Paula Tredicci. “A perspectiva é atender mais.”

Presente à assinatura do documento, o deputado distrital Rafael Prudente destacou: “Mais um problema histórico sendo resolvido. Todas as escolas aqui da cidade receberam benefícios do governo ao longo dos últimos três anos e meio”. Já a deputada federal Celina Leão lembrou o investimento do GDF na área educacional: “Não adianta investir em tudo e não investir em educação. Essa é uma pauta que tem que ser tratada com prioridade”.

O administrador de Samambaia, Claudeci Ferreira, lembrou que são mais de 10 anos de luta para que a escola, antes provisória, pudesse se tornar numa unidade definitiva. “É uma vitória imensa para toda a comunidade. Essa é uma escola antiga, do começo de Samambaia, que nem sempre estava podendo atender os alunos e os profissionais da educação de forma adequada”.

Leia Também:  Detran-DF realiza campanhas educativas de trânsito em escolas do DF

Ferreira também destacou o investimento do governo para melhorar a qualidade do ensino público em Samambaia: “É uma cidade que cresce e está em desenvolvimento constante. Esse investimento vem para trazer qualidade e abraçar mesmo toda a comunidade, em especial na educação, até porque muitos estudantes migraram da educação particular para a pública no último ano”.

A solenidade contou com a apresentação do Coral Encanto, da Escola Classe 410 de Samambaia. Estiveram presentes também o vice-governador Paco Britto e o secretário de Governo, José Humberto.

População agradece

A enfermeira Adriana Lima Xavier, 38 anos, tem uma relação singular com a EC 425. Ela foi aluna da escola, e muito tempo depois, seu filho Vinicius, hoje com 10 anos, entrou para fazer o quarto ano. “Nós aguardamos por muito tempo essa reforma”, disse.

Na avaliação de Adriana, a reconstrução da unidade vai levar mais segurança para os estudantes, que foram transferidos para uma escola alugada pelo GDF. “A estrutura da escola estava bastante comprometida”, frisou. “Houve casos de o telhado desabar com as fortes chuvas. Essa reconstrução quer dizer segurança, dignidade e esperança de um futuro melhor para as crianças”, complementou.

A artesã Rita Maria de Sousa, 63, também comemorou a notícia de que Samambaia terá uma escola completamente nova para atender a população. “Estou muito feliz de estar participando desse dia, porque a escola é a base de tudo”, pontuou.

Outras melhorias

Ainda nesta quarta, o governador entregou outras obras no setor educacional. Foram inauguradas as coberturas de quadras poliesportivas e benfeitorias em três escolas de Samambaia: Centro de Ensino Fundamental 411, Centro de Ensino Fundamental 427 e Centro de Ensino Fundamental 312. Foram investidos mais de R$ 2,5 milhões para a execução desses trabalhos, beneficiando 3,5 mil alunos.

Fonte: Agência Brasilia

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

Nos siga no Facebook

DISTRITO FEDERAL

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Gostou da notícia? Quer mais?

Nos Siga no Facebook 

para mais Notícias

Gostou da notícia? Nos Siga para Mais.

ENVIAR MENSAGEM
Estamos Online!
Olá
Podemos Ajudar?
ENVIAR MENSAGEM
Estamos Online!
Olá
Podemos Ajudar?