BRASÍLIA

GDF

Muito bem articulado Rafael Prudente já tem 21 apoios e deve permanecer como presidente da CLDF

Publicados

em

Mostrando-se um grande articulador o Deputado distrital Rafael Prudente é praticamente uma unanimidade entre os 24 distritais  e deve continuar como presidente da Casa.

O deputado  Rafael Prudente (MDB) pode se reeleger como presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal, com 21 dos 24 apoios dos deputados distritais na eleição da nova mesa-diretora da Casa, que ocorrerá nesta terça-feira (15).

Com a adesão dos deputados, João Cardoso e Reginaldo Sardinha, ambos do AVANTE,  à reeleição de Prudente e praticamente certa.

Até ontem, o atual presidente da Casa contava com 19 votos, o que já eram suficiente para garantir, com folga, a sua permanência a frente da CLDF por mais dois anos.

Dos 3 votos restantes o deputado Fábio Félix (PSol), ira se abster da votação e os deputados Reginaldo Veras e Leandro Grass concorrem ao cargo.

Consolidada essa vitoria pela contagem de 21 votos, mostrará o excelente trabalho que executou no primeiro mandato onde foi eleito por 17 votos.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Com exposição diária de problemas no Iges-DF, Leandro Grass cobra investigação no instituto
Propaganda

GDF

Comissão da Vacina aprova plano de trabalho para acompanhar a vacinação no DF, que começa amanhã (19), às 10h 

Publicados

em

Comissão quer apoio da bancada federal para cobrar cronograma e doses da vacina
Foto: Reprodução TV Web CLDF

O presidente do colegiado, deputado Fábio Felix (PSOL), considerou que ontem (17), em São Paulo, foi dado um passo importante com o início do plano de imunização. “Temos que lutar para que o DF inicie a vacinação com os insumos necessários”, disse, ao citar que a secretaria de Saúde informou ter recebido cerca de cem mil doses.

O relator da Comissão, deputado Delmasso (Republicanos), garantiu que disponibilizará ainda hoje aos pares os planos de operacionalização nacional de vacinação contra a Covid-19 e do DF, bem como as documentações e relatórios da Anvisa relacionados à aprovação emergencial das vacinas Coronavac e Oxford/AstraZeneca. A documentação será incorporada ao relatório da Comissão. O parlamentar registrou sua preocupação com a quantidade insuficiente de doses, uma vez que é necessário imunizar 70% da população, cerca de cem milhões de pessoas, para o País sair da pandemia. Ele sugeriu uma atuação conjunta da Comissão com a bancada federal do DF para cobrar do ministério da Saúde o cronograma de distribuição e as datas do plano de imunização no DF. “Precisamos garantir que não haja descontinuidade do plano de operacionalização”, frisou.

Leia Também:  Reunião de alinhamento técnico e institucional do CDDF e o CONVIDA com os integrantes CD-Ceilândia.

Ao apoiar a sugestão de Delmasso, o vice-presidente da Comissão, deputado Jorge Vianna (Podemos), considerou que, embora seja justa a divisão isonômica e proporcional de doses proposta pelo ministério da Saúde, é necessário minimizar a demora no processo de vacinação. Segundo Vianna, a Comissão precisa saber a quantidade de doses que chegarão ao DF e os prazos porque tem a responsabilidade de comunicar essas informações à população. Do mesmo modo, a deputada Jaqueline Silva (PTB) endossou a união com a bancada federal e a preocupação com a quantidade insuficiente de doses. Por sua vez, o deputado João Cardoso (Avante) destacou o papel humanitário da comissão.

Audiência com secretário de Saúde

Nesta terça-feira (19), às 16h30, a Comissão Especial ouvirá o secretário de Saúde do DF, Osnei Okumoto, sobre o plano de imunização local. Os parlamentares querem questioná-lo a respeito do quantitativo de doses, prazos, grupos prioritários e continuidade, entre outros pontos do processo de vacinação.

Franci Moraes
Fotos: Reprodução TV Web CLDF
Núcleo de Jornalismo – Câmara Legislativa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

DISTRITO FEDERAL

FALA BOLSONARO

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA