BRASÍLIA

GDF

Reunião de alinhamento técnico e institucional do CDDF e o CONVIDA com os integrantes CD-Ceilândia.

Publicados

em

Integrantes do CDDF e CD Ceilândia

Segunda-feira (27), no IADIS – Instituto de Apoio Desenvolvimento e inclusåo social, da Presidente Eliane Arcenio, na Ceilândia Sul, aconteceu a primeira reunião de alinhamento técnico e institucional na cidade.

A reunião com o CDDF e o CONVIDA foi uma iniciativa de Paulo Florentino – Superintendente do CDRS – Conselho de Desenvolvimento da Região Sul do CDDF.

A reunião teve como objetivo explicitar as finalidades e ações do CDDF e o CONVIDA a níveis distrital e local.

Estiveram presentes na reunião: Eugênio Piedade – Presidente do CDN/CDDF, Hélio Rosa – Vice-Presidente do CDDF e responsável técnico pela estruturação do Conselho, Edimilson Carvalho – Presidente do CONVIDA, Paulo Florentino – Superintendente do CDRS, Milton Benício – Assessor Especial da Presidência, Valquíria Félix – Secretária de pesquisa de mercado do CDDF, e a nova Presidente Eliane Arcenio, e os integrantes do CD-Ceilândia.

A reunião foi dirigida por Paulo Florentino, que após agradecer a presença dos diretores e assessores, deu início a reunião falando da importância desse momento por que será um divisor de águas nas ações locais do CD-Ceilândia, pois sanará as dúvidas e dará novos direcionamentos institucionais ao Conselho local.

Eugênio Piedade, Presidente do CDN/CDDF – Conselho de Desenvolvimento Nacional/Distrito Federal, aproveitou a ocasião para explicar de forma clara os objetivos do Conselho, ressaltando a importância do engajamento nas ações.

Eugênio também explicou os motivos da nova orientação que reduziu para 10, o número de integrantes nos conselhos locais, a redução visa dar celeridade as reuniões e as ações dos conselhos locais.

Leia Também:  Brasília terá mês dedicado ao Turismo Cívico e dia de homenagem ao Turismo Rural

Hélio Rosa, Vice-presidente fez um panorama das ações de todo o trabalho realizado pelo CDDF, ressaltando que o conselho vem trabalhando diuturnamente ao longo desses 6 meses desde sua criação.

A presidência do CDDF e alguns diretores e secretários têm encarado o trabalho do conselho como um sacerdócio, Hélio Rosa ressaltou também que o CDDF nunca esteve tão ativo em suas atividades institucionais e técnicas, pois precisa deixar tudo pronto para o início das execuções dos projetos.

Hélio, também explicou de maneira pormenorizada a atuação, missão, objetivo e posicionamento político da instituição, lembrando sempre o caráter de parceria com o ente público e a iniciativa privada.

Para Hélio Rosa, o curso 5 Passos para o Desenvolvimento é o caminho para a qualificação técnica inicial dos integrantes do conselho, porém se faz necessário a busca constante da extensão do conhecimento individual, através de outros cursos que proporcione o conhecimento técnico.

Hélio Rosa, ressaltou a importância do conhecimento tendo em vista que todos os conselhos deverão apresentar um projeto/plano de desenvolvimento da sua locaidade.

Edimilson Carvalho, Presidente do CONVIDA- Consórcio Nacional de Valorização ao Desenvolvimento, explicou a missão e os objetivos do consórcio na elaboração dos projetos, acompanhamento das execuções.

Edimilson explanou sobre as parcerias que o CONVIDA tem firmado através de documento legal de parceria técnica e operacional com as OSCs qualificadas e com lastro de várias execuções de projetos oriundas de emendas parlamentares de forma excelente.

Leia Também:  Russa Katerina Safarova nova namorada do Jogador Neymar

Todas as entidades são minuciosamente pesquisadas, e devem apresentar os portfólios das execuções e as prestações de contas aprovadas.

Lembrou que a missão recebida pela Presidência e Vice-Presidência do CDDF, não é apenas gerir, viabilizar e promover a execução dos projetos, mais também garantir que todos os projetos tenham os resultados que constam no plano de trabalho e sua fiel prestação de contas.
Garantindo assim aos parceiros a continuidade na execução de projetos futuros e a tranquilidade aos parceiros doadores.

Os participantes tiveram oportunidade de fazerem perguntas, expressarem suas dúvidas sobre o trabalho a ser desenvolvido e atuação do CDDF e o CONVIDA.

Todos sem exceção expressaram gratidão pelas informações e as dúvidas sanadas.

Na reunião foi levantada a possibilidade da Superintendência da Região Sul, organizar uma galinhada ou feijoada para promover a arrecadação de fundos mantenedores das ações e a confraternização dos integrantes dos conselhos da região.

O que é certo, e que de fato se cumpriu o que o Superintendente da Região Sul, Paulo Florentino, colocou no início dos trabalhos que a reunião serviria para dar novos rumos e ser um divisor de águas nos trabalhos a serem executados pelo CDCei – Conselho Desenvolvimento da Ceilândia.

Fotos: Comunicação do CDDF.

Fonte: Blog Edimilson News

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

GDF

Procon multa empresa de transportes por aplicativo em R$ 26 mil

Publicados

em

Imagem: Uber

Decisão ocorreu após servidor público relatar ter sido impedido de fazer corrida pela Uber por estar com uma cadela. No caso, seu cão-guia

 

O Instituto de Defesa do Consumidor (Procon-DF), órgão ligado à Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus), notificou a empresa de transportes Uber, após receber denúncia do servidor público Ricardo Skrebsky Rubenich, 27 anos. Ele afirmou ter sido impedido de fazer a corrida acompanhado de sua cadela. De acordo com o servidor, o motorista de aplicativo disse que não transportava animais.

O consumidor informou ser portador de necessidades especiais, motivo pelo qual precisava do cão-guia, mas o motorista se negou e disse que o animal era grande demais. O servidor continuou tentando conversar e explicou ser regido pela Lei nº 11.1126/2005, que permite a entrada de deficiente visual em qualquer ambiente, acompanhado de cão-guia.

A primeira denúncia foi feita à Uber, mas a empresa alegou ausência de relação de consumo. O servidor, então, decidiu procurar o Procon DF para saber sobre os seus direitos. Em contato com a Sejus, relatou: “Alguns motoristas acabam levando [animais], mas por gostarem de bichos; outros agem como se estivessem fazendo um favor pra gente, sendo que a assistência do cão-guia está assegurada por lei. O que eu quero e o que os demais deficientes visuais querem é apenas o cumprimento da lei”. Ricardo acrescentou que a Uber deveria conscientizar os motoristas sobre essas questões importantes para a sociedade.

Leia Também:  Vou passar o trator’, diz Ibaneis sobre invasões no DF

O diretor-geral do Procon, Marcelo Nascimento, afirma: “A pessoa com deficiência visual tem o direito de ingressar com o cão-guia em todo tipo de transporte, público ou privado, e tem o direito de permanecer com o cão nos estabelecimentos abertos ao público. No caso em questão, o motorista da empresa se recusou a transportar o passageiro, o que é uma falha grave na prestação do serviço e uma violação à lei. Proibir esse acesso da pessoa com deficiência, além de descumprir o Código do Consumidor, se caracteriza como uma afronta às garantias de inclusão social”.

A decisão do órgão de defesa do consumidor for proferida em 30 de março passado, fundamentada nos artigos 6º, IV; e 39, II e IX, da Lei nº 8.078/90, e condenou a empresa de transportes por aplicativos a pagar a multa no valor total de R$ 26.760. A Uber ainda será notificada da decisão e terá prazo para pagamento da multa ou apresentação de recurso.

Fonte: https://www.agenciabrasilia.df.gov.br/2021/04/13/procon-multa-empresa-de-transportes-em-r-26-mil/

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

DISTRITO FEDERAL

FALA BOLSONARO

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA