Saúde do DF exonera superintendente acusada de assédio moral

Rafaela Felicciano/Metrópoles

Exoneração foi publicada em edição extra do Diário Oficial do DF (DODF). Funcionários reclamam de ameaças e gritos por parte da gestora

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES/DF) exonerou Flávia Costa do cargo de superintendente da região Centro-Sul. Ela foi alvo de reclamações por parte de servidores que a acusam de praticar assédio moral contra os funcionários da região que coordenava.

A exoneração foi publicada em edição extra do Diário Oficial do DF (DODF) desta quinta-feira (4/8). Michelle Nunes foi nomeada para assumir a superintendência no lugar de Flávia.

O caso foi revelado pelo Metrópoles. Segundo servidores ouvidos pela reportagem, a gestora costumava gritar e xingar os funcionários.

Na corregedoria interna da secretaria, há dois processos contra Flávia que correm em sigilo. Em nota, a pasta informou que não compactua com a prática de assédio, em qualquer grau. “Todas as denúncias que chegam aos nossos canais de Ouvidoria/Controladoria são apuradas e tratadas com isonomia, justiça e dentro do rigor da lei.”

Leia Também:  Morro da Cruz começa a receber infraestrutura
Fonte: Metropoles
COMENTE ABAIXO:

Últimas Notícias

Quer receber as notícias em
primeira mão?

TODOS OS DADOS SÃO PROTEGIDOS CONFORME A LEI GERAL DE
PROTEÇÃO DE DADOS (LGPD).

ENVIAR MENSAGEM
Estamos Online!
Olá
Podemos Ajudar?