BRASÍLIA

GDF

Um pacificador na Educação do DF?

Publicados

em

Por Viviane Lira.
Nos corredores Palacianos o novo telegrama que circula nos gabinetes traz a notícia de uma possível troca na escalação entre Secretários! Assumiria a camisa titular da Secretária de Estado de Educação o professor Severino Cajazeiras, atual comandante de uma das secretarias mais procuradas pela população do Distrito Federal
 
Estamos falando da Secretaria de Atendimento à Comunidade, tabua de salvação para os cidadãos mais humildes e que sem nenhuma outra alternativa para seus problemas junto aos Serviços Públicos do GDF, recorrem ao Secretário afim de terem solucionadas tais pendências.
Cajazeiras, como é conhecido, entraria no lugar de João Pedro Ferraz dos Passos, Secretário do Trabalho, que acumula, interinamente, o cargo de Secretário de Educação desde a saída de Rafael Parente há duas semanas. Parente pediu exoneração em meio a uma breve crise com o Governador envolvendo as consultas públicas acerca da implantação do Modelo de Gestão Compartilhada em algumas escolas públicas do DF.
Severino Cajazeiras é professor há 30 anos, lecionando para Instituições de ensino superior nas cadeiras de Direito Tributário, administrativo e constitucional. O Secretário costuma atender pessoalmente todos que buscam atendimento em sua pasta, entrando em contato com os dirigentes dos órgãos responsáveis ou até mesmo levando a questão ao Governador, em última instância.
A mudança seria estratégica, uma vez que duas questões seriam resolvidas por Ibaneis Rocha: a primeira diz respeito a continuidade do excelente desempenho de João Pedro à frente da Secretaria do Trabalho, na qual dados oficiais já apontam melhorias em comparação com o mesmo período do ano passado. João também é responsável pelo projeto de ampliação e modernização da Fábrica Social.
Segunda questão importante na jogada de xadrez do engenhoso Governador medebista seria contar com um exímio pacificador de contendas em uma das pastas mais conflituosas do DF junto com a Secretaria de Saúde (em virtude dos sindicatos que os controla).
Aguardemos as próximas aulas para saber se a lição de casa de Ibaneis está correta ou não!
Por Viviane Lira.
Leia Também:  Conselho de Desenvolvimento do DF - CDDF em busca de liberação de projetos para as Cidades do DF
COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

GDF

Comissão da Vacina aprova plano de trabalho para acompanhar a vacinação no DF, que começa amanhã (19), às 10h 

Publicados

em

Comissão quer apoio da bancada federal para cobrar cronograma e doses da vacina
Foto: Reprodução TV Web CLDF

O presidente do colegiado, deputado Fábio Felix (PSOL), considerou que ontem (17), em São Paulo, foi dado um passo importante com o início do plano de imunização. “Temos que lutar para que o DF inicie a vacinação com os insumos necessários”, disse, ao citar que a secretaria de Saúde informou ter recebido cerca de cem mil doses.

O relator da Comissão, deputado Delmasso (Republicanos), garantiu que disponibilizará ainda hoje aos pares os planos de operacionalização nacional de vacinação contra a Covid-19 e do DF, bem como as documentações e relatórios da Anvisa relacionados à aprovação emergencial das vacinas Coronavac e Oxford/AstraZeneca. A documentação será incorporada ao relatório da Comissão. O parlamentar registrou sua preocupação com a quantidade insuficiente de doses, uma vez que é necessário imunizar 70% da população, cerca de cem milhões de pessoas, para o País sair da pandemia. Ele sugeriu uma atuação conjunta da Comissão com a bancada federal do DF para cobrar do ministério da Saúde o cronograma de distribuição e as datas do plano de imunização no DF. “Precisamos garantir que não haja descontinuidade do plano de operacionalização”, frisou.

Leia Também:  Salário de policiais é o primeiro grande teste de Ibaneis

Ao apoiar a sugestão de Delmasso, o vice-presidente da Comissão, deputado Jorge Vianna (Podemos), considerou que, embora seja justa a divisão isonômica e proporcional de doses proposta pelo ministério da Saúde, é necessário minimizar a demora no processo de vacinação. Segundo Vianna, a Comissão precisa saber a quantidade de doses que chegarão ao DF e os prazos porque tem a responsabilidade de comunicar essas informações à população. Do mesmo modo, a deputada Jaqueline Silva (PTB) endossou a união com a bancada federal e a preocupação com a quantidade insuficiente de doses. Por sua vez, o deputado João Cardoso (Avante) destacou o papel humanitário da comissão.

Audiência com secretário de Saúde

Nesta terça-feira (19), às 16h30, a Comissão Especial ouvirá o secretário de Saúde do DF, Osnei Okumoto, sobre o plano de imunização local. Os parlamentares querem questioná-lo a respeito do quantitativo de doses, prazos, grupos prioritários e continuidade, entre outros pontos do processo de vacinação.

Franci Moraes
Fotos: Reprodução TV Web CLDF
Núcleo de Jornalismo – Câmara Legislativa

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

DISTRITO FEDERAL

FALA BOLSONARO

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA