BRASÍLIA

GERAL

Covid-19: Ministério da Saúde se reúne com equipe da Pfizer

Publicados

em


O Ministério da Saúde se reuniu hoje (17) com uma equipe da Pfizer, laboratório que desenvolve uma das vacinas contra a covid-19. A empresa anunciou recentemente resultados de testes que apontaram alta taxa de eficácia no tratamento da doença causada pelo novo coronavírus.

A assessoria do Ministério da Saúde informou à Agência Brasil que a reunião foi “técnica”, para que os representantes do laboratório apresentassem o andamento da pesquisa e para que fossem avaliadas as condições de compra, logística e armazenamento.

A pasta não deu mais detalhes sobre o que foi tratado no encontro.

Ainda nesta semana o Ministério da Saúde informou que vai se reunir com representantes de outras empresas que estão desenvolvendo vacinas para a covid-19. Estão na agenda encontros com equipes da Janssen ( da Johnson & Johnson), do Instituto Gameleya (Sputinik V) e da Bharati Biotech (Vocaxin).

Pfizer

No dia 9 de novembro, a Pfizer e a empresa alemã Biontech, parceira no estudo, anunciaram que a vacina em desenvolvimento teria uma eficácia de 90%.

Leia Também:  O outro lado do paraíso bate novo recorde de audiência

No dia 12 de novembro, a farmacêutica afirmou que pretende obter o registro no órgão dos Estados Unidos responsável pela análise de medicamentos (FDA), que espera ter 50 milhões de doses neste ano e fabricar até 1,3 bilhão no ano que vem.

Na ocasião, o presidente da companhia no Brasil, Carlos Maurílio, declarou que estavam “trabalhando fortemente” com o governo brasileiro para acelerar a análise da vacina e sua possível comercialização.

Edição: Fábio Massalli

Fonte: EBC Saúde

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

GERAL

Aos gritos e visivelmente “transtornada”, atriz esquerdista da Globo grava vídeo e vira piada na web (veja o vídeo)

Publicados

em

Na gravação, a global se mostra transtornada e, dando chiliques, ataca o presidente Jair Bolsonaro e sai em defesa da petista Dilma Rousseff.

“O que, no meu c*, na minha buce**, são pedaladas fiscais?”, esbravejou.

E continuou:

“Agora, o Bolsonaro, o homem tá lá há dois anos. Quer que eu te diga o que ele já tentou fazer? […] Interferência na Polícia Federal, milícia, o filho dele colocou um monte de gente fantasma pra trabalhar no gabinete no Rio de Janeiro, o homem deixou faltar oxigênio em Manaus e as pessoas morreram, o homem fez pouco caso da pandemia”.

A atriz ainda aproveitou e tentou “convocar” um impeachment de Bolsonaro citando, inclusive, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia.

“Agora, Rodrigo Maia não sabe se vai impitimar! ‘Não, ainda não mandei’ [imitando Maia]’. Você, sinceramente, tome juízo nessa sua cabeça, você faça alguma coisa! A grande oportunidade que você tinha era vota essa porr* desse Impeachment”, afirmou, aos berros.

Maria Flor ainda disse mais:

“Daí a gente vai ficar com aquele Mourão [vice-presidente], o que a gente vai fazer com aquele homem? Nada! 2021, brother! Por que ainda estamos com esse governo, cheio de militar, de homem velho, branco, escrot* que não vê o outro, que deixa a gente morrer.”

E finalizou:

“A revolta está em mim, que eu não consigo mais viver de tanta revolta que eu tenho! Quero rasgar minha roupa e sair pelada, não sei o que eu quero fazer!”

Os internautas, surpresos com tamanha insensatez e transtorno, ironizaram a atriz.

Leia Também:  Um ciclista morre atropelado a cada 18 dias nas vias do Distrito Federal

Entre os principais comentários está a hipótese de “abstinência” de Maria Flor.

Confira o vídeo e tire suas próprias conclusões:

Fonte: Jornal da Cidade On Line

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

DISTRITO FEDERAL

FALA BOLSONARO

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA