BRASÍLIA

geral

Ex-marido e mais três são indiciados por feminicídio de gerente de banco

Publicados

em

A Polícia Civil indiciou por feminicídio nesta sexta-feira (8) o ex-marido da gerente de banco Tatiana Lorenzetti, morta em Curitiba, na saída do trabalho. As informações são do G1.

Segundo a polícia, outras três pessoas foram contratadas para executar a vítima e também foram indiciadas pelo mesmo crime.

Tatiana foi morta com um tiro no rosto no dia 28 de dezembro de 2020, quando saía da agência da Caixa Econômica Federal em que trabalhava, no bairro Capão Raso, na capital paranaense.

De acordo com o inquérito, o assassinato foi cometido a mando do ex-marido de Tatiana, Antonio Henrique dos Santos, que foi preso temporariamente no dia seguinte ao do crime.

“Ele é o mentor, e ele que planejou toda a morte. Aliás, ele vinha planejando esse crime há um bom tempo, há três anos”, disse a delegada Vanessa Alice.

Segundo Vanessa, Antonio pretendia ficar com a guarda da filha que teve com Tatiana e receber o seguro de vida que estava no nome da criança, de 10 anos.

Leia Também:  Procuradoria-Geral da República denuncia o deputado Andrés Sanchez

O inquérito aponta que Antonio pagaria R$ 25 mil pelo crime, sendo R$ 3 mil para um intermediador, Moisés Gonçalves, responsável por contratar os executores, que foi preso temporariamente na quarta-feira (6).

O restante do dinheiro seria dividido entre os três executores do crime, Thales Serafim, que entrou em contato com o atirador, conhecido como Neguinho, e com André Luiz Correia Barbosa, que seria o motorista da ação.

O atirador morreu em confronto com a polícia logo após o crime, durante perseguição policial. Thales e André foram presos na madrugada após a execução de Tatiana.

Todos os envolvidos foram indiciados por feminicídio com qualificadores de motivo torpe e crime mediante pagamento.

A defesa de Antônio Henriques dos Santos informou que não teve acesso integral aos autos do processo e que o investigado apresentará os devidos esclarecimentos.

A defesa de André Luiz Correia e Thales Serafim disse que o indiciamento inicia a apuração judicial, e que o processo criminal vai verificar a veracidade do inquérito policial.

A defesa de Moisés Gonçalves afirmou que ele não teve nenhuma participação direta e efetiva no crime.

Fonte: IstoÉ

Leia Também:  Médicos promovem teleatendimento gratuito sobre diabetes nesse sábado 
COMENTE ABAIXO:
Propaganda

geral

Aos gritos e visivelmente “transtornada”, atriz esquerdista da Globo grava vídeo e vira piada na web (veja o vídeo)

Publicados

em

Na gravação, a global se mostra transtornada e, dando chiliques, ataca o presidente Jair Bolsonaro e sai em defesa da petista Dilma Rousseff.

“O que, no meu c*, na minha buce**, são pedaladas fiscais?”, esbravejou.

E continuou:

“Agora, o Bolsonaro, o homem tá lá há dois anos. Quer que eu te diga o que ele já tentou fazer? […] Interferência na Polícia Federal, milícia, o filho dele colocou um monte de gente fantasma pra trabalhar no gabinete no Rio de Janeiro, o homem deixou faltar oxigênio em Manaus e as pessoas morreram, o homem fez pouco caso da pandemia”.

A atriz ainda aproveitou e tentou “convocar” um impeachment de Bolsonaro citando, inclusive, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia.

“Agora, Rodrigo Maia não sabe se vai impitimar! ‘Não, ainda não mandei’ [imitando Maia]’. Você, sinceramente, tome juízo nessa sua cabeça, você faça alguma coisa! A grande oportunidade que você tinha era vota essa porr* desse Impeachment”, afirmou, aos berros.

Maria Flor ainda disse mais:

“Daí a gente vai ficar com aquele Mourão [vice-presidente], o que a gente vai fazer com aquele homem? Nada! 2021, brother! Por que ainda estamos com esse governo, cheio de militar, de homem velho, branco, escrot* que não vê o outro, que deixa a gente morrer.”

E finalizou:

“A revolta está em mim, que eu não consigo mais viver de tanta revolta que eu tenho! Quero rasgar minha roupa e sair pelada, não sei o que eu quero fazer!”

Os internautas, surpresos com tamanha insensatez e transtorno, ironizaram a atriz.

Leia Também:  Procuradoria-Geral da República denuncia o deputado Andrés Sanchez

Entre os principais comentários está a hipótese de “abstinência” de Maria Flor.

Confira o vídeo e tire suas próprias conclusões:

Fonte: Jornal da Cidade On Line

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

DISTRITO FEDERAL

FALA BOLSONARO

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA