BRASÍLIA

geral

Meteorologia explica massa de ar polar que atingirá o Brasil

Compartilhe esta matéria!

Meteorologia explica massa de ar polar que atingirá o Brasil

Temperaturas mínimas ficarão entre -6ºC e -8ºC em algumas regiões

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) vem atualizando informações sobre a nova massa de ar polar que causará “frio intenso” nas regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e no sul da Região Norte entre os dias 28 de julho e 1º de agosto.

Segundo meteorologistas, as temperaturas começam a declinar de forma acentuada a partir de hoje (27) no Rio Grande do Sul. A frente fria deverá trazer chuvas para os três estados da Região Sul, estendendo-se também ao sul de Mato Grosso do Sul para, amanhã (28), chegar em algumas localidades do Sudeste, como o leste de São Paulo, o sul de Minas Gerais e, em seguida, no Rio de Janeiro e Espírito Santo.

Em um vídeo disponibilizado no site do Inmet, a meteorologista Morgana Almeida informa que, eventualmente, em áreas de maior altitude, entre os dias 29 e 31, as temperaturas mínimas ficarão entre -6ºC e -8ºC. “Teremos, pelo menos durante três dias consecutivos, temperaturas máximas inferiores a 10ºC na Região Sul”, disse.

(Foto: Arquivo/Agência Brasil)

O Inmet acrescenta que, ainda no dia 28, a presença de um ciclone extratropical no Oceano Atlântico intensificará os ventos no litoral da Região Sul e também favorecerá a incursão de umidade nas serras gaúcha e catarinense.

Leia Também:  Motorista se finge de morta em assalto: “Diziam que iam me enforcar”

“A combinação de umidade com o ar frio poderá favorecer a ocorrência de chuva congelada e/ou queda de neve nas áreas de maior altitude”, acrescenta a Meteorologia ao informar que persiste a previsão de que – entre os dias 28 e 31 de julho – o ar frio predominará por toda a Região Sudeste, Centro-Oeste e sudoeste da Amazônia Legal, ocasionando mais um episódio de friagem.

Entre os dias 30 de julho e 1º de agosto, a previsão é de que o ar frio avance sobre sul da Bahia e partes do interior da Região Nordeste, com “declínios de temperaturas entre 6ºC e 4°C, especialmente nas áreas de maior altitude”.

Destaques

Entre os destaques climáticos elencados pelo Inmet está a persistência de chance de “mais um evento de queda de neve” nas serras gaúcha e catarinense, de forma “fraca e bem isolada” entre os dias 28 e 29, não sendo descartada a possibilidade de chuva congelada ou neve na serra do Sudeste no Rio Grande do Sul.

Os dias mais críticos – em termos de menores temperaturas, mínimas e máximas na Região Sudeste – serão 29 e 30 deste mês, com mínimas entre -2°C e -5°C na Serra da Mantiqueira, divisa entre São Paulo e Minas Gerais e máximas abaixo de 15°C em parte da região, especialmente nas regiões metropolitanas de São Paulo e Belo Horizonte. “Também são previstas temperaturas negativas no sul do Mato Grosso do Sul e no sudeste de São Paulo”.

Leia Também:  O incansável Tabanez rumo a 300 visitas

Geadas

Com relação a geadas, a Meteorologia informou que há previsão de “geadas amplas, que podem chegar com forte intensidade em algumas áreas, em todo interior do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, além do sul e sudoeste do Paraná e, com menores chances, de forma mais pontual e de menor intensidade, entre o noroeste do Paraná e o extremo sul do Mato Grosso do Sul”.

Há também previsão de “geada ampla” dia 29 em praticamente toda a Região Sul, sul de Mato Grosso do Sul e sudeste de São Paulo. Não está descartada a possibilidade de chuva congelada nas áreas de maior altitude da Serra da Mantiqueira, localizada na divisa entre São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

No dia 30, a previsão de geada se entende para todo o estado de São Paulo, sul, Campo das Vertentes, oeste, Triângulo e Alto Paranaíba em Minas Gerais. Na Serra da Mantiqueira, a geada poderá ter intensidade de moderada a forte. Há também possibilidade de geada, de forma mais isolada, no sul de Goiás.

Alô Valparaíso/*Com as informações da Agência Brasil


Alô Valparaíso

COMENTE ABAIXO:
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

geral

Massa de ar frio aproxima-se de Goiás nesta quarta-feira

Publicados

em

Por

Compartilhe esta matéria!

Massa de ar frio aproxima-se de Goiás nesta quarta-feira

As menores temperaturas serão registradas no Leste do Estado, com mínima prevista de 10 ºC. Goiânia terá temperatura mínima de 15ºC e máxima 30ºC

Nesta quarta-feira (28) o avanço de uma massa de ar frio de origem polar vinda do Sul do Brasil começa a aproximar-se de Goiás pelas regiões Sudoeste e Sul, com isso no período da tarde, o ar frio já começa a exercer sua influência nestas regiões e as temperaturas máximas já não ficarão tão elevadas. Os destaques serão grande variação de amplitude térmica, em algumas regiões.

O Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas do Estado de Goiás (Cimehgo), da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), alerta para os baixos índices de umidade relativa do ar, que estará abaixo de 20% nas regiões Central, Norte e Oeste do Estado.

Algumas cidades das regiões Norte e Oeste do Estado ainda terão máxima de 34 ºC. Porangatu, no Norte do Estado, registrará uma das maiores temperaturas do dia, com mínima de 17ºC e máxima de 33º. As menores temperaturas serão registradas no Leste do Estado, com mínima prevista de 10 ºC. Jataí e Caçu, ambas localizadas no Sudoeste goiano, terão um dia de temperaturas amenas e registrarão umas das menores temperaturas previstas para esta quarta-feira, com mínima de 12ºC e máxima de 27ºC.

Leia Também:  Roteiro premiado da boemia carioca

Goiânia terá mínima de 15ºC e máxima 30ºC.

Alô Valparaíso/*Com as informações da Semad


Alô Valparaíso

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

Nos siga no Facebook

DISTRITO FEDERAL

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Gostou da notícia? Quer mais?

Nos Siga no Facebook 

para mais Notícias

Gostou da notícia? Nos Siga para Mais.