BRASÍLIA

DISTRITO FEDERAL

Feminicídio no DF de volta

Publicados

em

Com a continuidade do isolamento social, os casos de feminicídio no DF não param de acontecer e deixar de serem comentados, a Presidente do Conselho de Desenvolvimento de Taguatinga, Lucia Bessa, uma mulher que realmente luta pela segurança das mulheres, faz uma análise dos últimos casos de feminicídio no DF

Por Lucia Bessa

INACREDITÁVEL!
EM APENAS 05 DIAS, DOIS FEMINICÍDIOS NO DF
MAIS UMA DE NÓS SE FOI.
TRISTE! DESOLADOR! CRUEL! INADMISSÍVEL!

Confesso a vocês, que estou escrevendo esse texto, chorando muito. Com muita tristeza e desolação.
Agora, foi Pollyanna Pereira de Moura, de apenas 35 anos, que foi esfaqueada pelo seu marido Fabrício David Jorge, de 42 anos, que, após, tirou a própria vida. O fato ocorreu dentro do apartamento onde moravam, em Águas Claras, nesta quinta-feira (30/7).
Segundo uma vizinha, “Eram gritos de desespero, gritos de morte. Era desesperador, mas ninguém saiu no corredor, ninguém apareceu para ajudar.”
Nos dizem todos os dias que nossas vidas valem muito pouco ou nada.
Destroem nossos Sonhos, projetos e ideais…Deixam nossos filhas e filhas órfãs, sem esperança…
Meu Deus, que triste e inexorável realidade.
E só ouvimos o silencio e a indiferença: dos órgãos públicos que deveriam resguardar as nossas vidas e nos proteger e dos que escutam e vêm a violência e se calam..e ao se calarem, se tornam coniventes..

Leia Também:  Mudança nos abrigos de ônibus da Avenida Principal

Triste, muito triste.
Pugnamos por políticas públicas que priorizem as nossas vidas!
Pugnamos por mais empatia, amor e compaixão pela vida e pela dor de todas as pessoas, de modo muito particular, de nós Mulheres!

O que nós queremos : VIVER
O que nós exigimos: VIVER LIVRES DE TODA VIOLÊNCIA E OPRESSÃO

Fonte: http://temporarioegnews.com.br

COMENTE ABAIXO:

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

DISTRITO FEDERAL

Vídeo: Mulher mata próprio namorado com tiro acidental no Areal

Publicados

em

crédito: Reprodução

Caso ocorreu na madrugada do último sábado (1º/4). Segundo a Polícia Civil, o homem foi encaminhado ao hospital de Taguatinga Sul, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito

 (crédito: Reprodução)
(crédito: Reprodução)

Um homem de 26 anos morreu, na madrugada do último sábado (1º/5), após levar um tiro acidental da própria namorada, 24 anos. O fato ocorreu na rua 21, no Areal, bairro localizado em Águas Claras, e está sob investigação dos policiais civis da 21ª Delegacia de Polícia (Taguatinga Sul).

Com ajuda da câmera de segurança, imagens mostram o momento exato em que a mulher pega uma arma de fogo que estava em cima da mesa e realiza os disparos contra o namorado, que estava em pé próximo da porta. Confira o vídeo, que tem imagens fortes de violência.

Segundo a Polícia Civil, a vítima foi socorrida por parentes e encaminhada para o Hospital Santa Marta, em Taguatinga Sul. No entanto, o homem não resistiu aos ferimentos dos disparos e veio a óbito no hospital. A ocorrência do caso foi registrada pela corporação como homicídio culposo, quando não há intenção de matar e porte ilegal de arma de fogo de uso permitido.

A autora do crime, acompanhada do advogado, se apresentou espontaneamente à Polícia Civil e prestou depoimento sobre o fato. Logo depois, ela foi liberada mediante compromisso de apresentar-se na delegacia.

Leia Também:  Da peste bubônica ao novo coronavírus: as maiores pandemias da história

Fonte: https://www.correiobraziliense.com.br/cidades-df/2021/05/4922085-mulher-mata-proprio-namorado-com-tiro-acidental-no-areal.html

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

DISTRITO FEDERAL

FALA BOLSONARO

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA