BRASÍLIA

MUNDO

Crianças ciganas ajudam a restaurar cemitério judeu na Eslováquia

VÍDEO: Crianças ciganas ajudam a restaurar cemitério judeu na Eslováquia
VÍDEO: Crianças ciganas ajudam a restaurar cemitério judeu na Eslováquia

VÍDEO: Crianças ciganas ajudam a restaurar cemitério judeu na Eslováquia

Um entusiasta local e vários meninos da comunidade cigana começaram a restaurar um cemitério judeu esquecido na vila de Vinodol, na Eslováquia, trazendo de volta um pedaço da história da vila.

O cemitério, vizinho a um católico em Vinodol, 80 quilômetros a leste da capital Bratislava, estava coberto de mato e lápides que caíram e ficaram enterradas no solo. Ele estava fora de uso desde antes da Segunda Guerra Mundial.

Como muitos outros no país da Europa central, a comunidade foi exterminada no Holocausto e o local foi abandonado e possivelmente também danificado.

Vladimir Spanik, um membro do conselho municipal de 73 anos, descobriu o cemitério e lidera o esforço de restauração, acompanhado por crianças ciganas voluntárias.

Como os judeus, os ciganos foram alvos dos nazistas no Holocausto, o que, segundo Spanik, deu ao trabalho uma dimensão extra.

O grupo limpou grama e arbustos e desenterrou dezenas de lápides, que eles escovaram para limpar.

Leia Também:  Tribunal Eleitoral uruguaio dá vitória em eleições a Luis Lacalle Pou

Embora Spanik e a maioria dos meninos adolescentes não tenham encontrado as histórias do Holocausto de suas famílias, ele disse que o assunto agora ressoou na comunidade.

“Não se trata apenas de ajuda, mas também de trabalho social”, disse Spanik à Reuters.

Franko Lakatos, de quinze anos, disse que o grupo procura e cava em busca de lápides, acrescentando que encontrou uma grande lápide entre as 32 descobertas.

A comunidade judaica eslovaca deu as boas-vindas ao seu trabalho, pois não é capaz de cuidar de mais de 700 cemitérios judeus conhecidos no país, disse Henrich Stern, da Associação Central das Comunidades Judaicas.

Cerca de 105 mil judeus eslovacos foram mortos no Holocausto, de acordo com a Associação Central das Comunidades Judaicas, e hoje a comunidade chega a 3 mil.

G1

COMENTE ABAIXO:
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

MUNDO

Mãe é presa no Texas após crianças serem abandonadas com o corpo do irmão em casa

Publicados

em

Por

Condomínio onde um adolescente e duas crianças viviam abandonados em Houston, no Texas — Foto: Reprodução/Google Maps

A polícia do Texas anunciou a prisão de uma mãe de 35 anos acusada de ter abandonado os quatro filhos há vários meses em Houston, nos Estados Unidos, e também a do seu companheiro, acusado pela morte de um dos meninos em 2020.

Três crianças foram encontradas abandonadas no domingo (24) em um apartamento sem energia elétrica. Durante todo esse período, eles viveram ao lado do corpo do irmão.

O mais velho dos três, um adolescente de 15 anos, disse à polícia que seu irmão de 9 anos estava morto há um ano e que seu corpo estava no quarto ao lado.

Brian Coulter, companheiro da mãe deles de 31 anos, foi acusado pela morte do menino em 2020, quando a criança tinha 8 anos. A mãe, Gloria Y. Williams, foi acusada de maus-tratos a criança por omissão, incapacidade de prover cuidados médicos e supervisão.

Leia Também:  Ataque com drone dos EUA matou civis em Cabul, dizem afegãos

Ed Gonzalez, xerife do condado de Harris, afirmou que situação é “horrível” e “trágica” para os três meninos, que “viviam em condições bastante deploráveis”. Ele disse também que novas acusações podem ser apresentadas.

O xerife disse que o menino mais velho “fazia o possível para cuidar dos outros”, que têm 7 e 10 anos, mas os dois mais jovens “pareciam estar desnutridos e mostravam sinais de lesões físicas”.

Os três irmãos agora estão sob a custódia dos serviços de proteção infantil do Texas.

VÍDEOS: as últimas notícias internacionais

G1

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

Nos siga no Facebook

DISTRITO FEDERAL

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Gostou da notícia? Quer mais?

Nos Siga no Facebook 

para mais Notícias

Gostou da notícia? Nos Siga para Mais.