BRASÍLIA

MUNDO

Marcelo é reeleito em Portugal na eleição em que a esquerda passa vergonha

Publicados

em

Em segundo lugar, socialista Ana Gomes empato em cerca de 12% com o direitista André Ventura

Com quase todas as urnas apuradas nas eleições presidenciais portuguesas, realizadas neste domingo (24), o atual presidente Marcelo Rebelo de Sousa (PSD) foi reeleito em primeiro turno com cerca de 60% dos votos. Agora há pouco, ele deixou sua casa em Cascais dirigindo o próprio carro, sozinho, deslocando-se até a Faculdade de Direito de Lisboa, onde é professor, para fazer o tradicional discurso da vitória.

A apuração mostrou ainda um desempenho constrangedor da esquerda, que não devem passar dos 23%, segundo afirmou Rui Rio, principal líder do PSD, ao saudar a vitória do candidato do seu partido.

A principal candidata do campo de esquerda, Ana Gomes, do Partido Socialista (PS), está em 2º lugar na corrida e soma apenas 12,6%. Outro candidato de esquerda, na campanha, foi João Ferreira, do Partido Comunista Português (PSP), que não passa dos 4,2% do total. Marisa Matias, candidata do “Bloco de Esquerda”, teve só 2% do total.

A estratégia das esquerdas era levar a disputa para o segundo turno, quando, em hipotética aliança, tentariam derrotar Marcelo Rebelo de Sousa, mas o povo português derrotou essa pretensão.

A segunda posição da socialista Ana Gomes é ameaçada por André Ventura, candidato de direta ou “extrema direita”, como o rotulam na imprensa portuguesa, que tem 11,8%. Ventura se define como “liberal economicamente, nacionalista culturalmente e conservador em questões de costumes” e como um “político antissistema”.

Leia Também:  Site afirma que Venezuela posicionou mísseis na fronteira com o Brasil

Fonte: Diário do Poder

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MUNDO

Jovem diz não saber que estava grávida e dá à luz na cadeira do dentista: ‘Mal tive tempo de sentar’

Publicados

em

Foto: Reprodução
Ir ao dentista é um verdadeiro pesadelo para grande parte das pessoas. Mas agora imagina ir para um consultório dentário e dentro começar a dar à luz. Pois foi isso que aconteceu recentemente com uma jovem.
Jessica Aaldering, de 23 anos de idade, é moradora de uma cidade da Holanda. Ela conta que não sabia que estava grávida e que não havia apresentado nenhum sintoma de gestação, como costuma ocorrer em grande parte das grávidas. Inclusive, a jovem afirma que estava menstruando normalmente até a bolsa estourar.
A mulher havia ido deixar o filho na escola e na volta começou a sentir fortes dores na barriga. Ela achou que se tratava de algo normal, pois pouco antes havia sofrido uma queda de bicicleta por causa do mau tempo na região.
Felizmente para Jessica, um policial, identificado como Van Duuren, passava pela jovem no momento em que ela sentia as dores. Ele a acudiu e a levou para um consultório dentário próximo. Pouco após chegar no local, a mulher deu à luz.
“Tudo aconteceu tão rápido que mal tive tempo de sentar na cadeira do dentista“, disse Jessica. Enquanto a jovem estava se preparando para dar à luz na cadeira, o profissional do consultório dentário colocava as luvas e se desinfetava. O policial que a acudiu disse que o bebê nasceu sem respirar nem chorar, mas após ele massagear seu peito, a criança começou a chorar.
Após o parto, Jessica foi levada para uma unidade de saúde local com seu filho, a quem deu o nome de Herman. Felizmente, a jovem e o filho ficaram bem, mas o consultório dentário lhe mandou a conta porque ela havia deixado o local “sujo”. O policial levantou uma quantia e pagou a dívida. “Foi a minha salvação e agora é de novo”, agradeceu a jovem ao agente.
Com informações do site: 1news
COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Eleições nos EUA: Votação pelo correio pode atrasar resultado em 2 dias; entenda
Continue lendo

DISTRITO FEDERAL

FALA BOLSONARO

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA