Soldados da Ucrânia pedem mais armas à União Europeia; decisão deve sair hoje

A Ucrânia espera uma decisão nesta quarta-feira (15) sobre um aumento das entregas de armas por parte dos aliados ocidentais, anunciou o conselheiro da Presidência do país, Mikhailo Podoliak.

“Recebo diariamente mensagens de nossos combatentes dizendo: ‘Nós aguentamos, mas digam quando as armas chegarão”, afirmou Podoliak. E eu faço a mesma pergunta (…) Bruxelas, estamos esperando uma decisão“.

Nesta tarde, líderes e representantes de países da União Europeia se reúnem com o secretário de Defesa dos Estados Unidos, Lloyd Austin, para debater aumento de envio de armas.

O esperado é que os países ocidentais devem passar a fornecer mais armas sofisticadas e de longo alcance daqui para frente. Na quarta-feira (14), o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, afirmou que seu país precisa agora desse tipo de armamento, o que, segundo ele, são essenciais para que as forças ucranianas consigam vencer a guerra que acontece no país desde 24 de fevereiro.

Ataques continuam

 

Enquanto isso, a Rússia segue atacando em duas grandes frentes. Uma delas é a destruição de depósitos militares que abrigam armas vindas do Ocidente, a maior parte deles no lado oeste da Ucrânia, perto da fronteira com a Polônia.

Leia Também:  União Europeia concede a Ucrânia e Moldávia status de candidatas a membro do bloco

Além disso, as tropas russas têm concentrado suas forças em fortes bombardeios e ofensivas a duas cidades do leste do país: as vizinhas Lysychensk e Severdonetsk, consideradas estratégicas para o plano de Moscou de conquistar toda a região do chamado Donbass, área no leste da Ucrânia que tem fortes movimentos separatistas pró-Rússia.

Fonte: G1

COMENTE ABAIXO:

Últimas Notícias

Gostou da notícia? Quer mais?

Nos Siga no Facebook 

para mais Notícias

Gostou da notícia? Nos Siga para Mais.

ENVIAR MENSAGEM
Estamos Online!
Olá
Podemos Ajudar?