BRASÍLIA

NOTÍCIAS DO ENTORNO

Goianos podem levar crianças e adolescentes para testagem “drive-thru” de Covid-19

Publicados

em

Testagem gratuita é promovida pela Secretaria de Saúde na PUC em Goiânia

A Secretaria de Estado de Saúde de Goiás realiza testes para Covid-19 em crianças e adolescentes, de 2 a 18 anos. A testagem é realizada pelo esquema “drive-thru”, no câmpus V da PUC-GO, no Jardim Goiás, em Goiânia. Os exames serão realizados até sexta-feira (9), entre 8h e 19h; e no sábado, das 8h às 12h.

Para participar, os jovens devem estar matriculados em uma escola. Não é necessário agendar o atendimento. É preciso comparecer ao local acompanhado dos pais ou responsáveis e apresentar documento de identificação. Pessoas com sintomas de síndrome gripal não podem participar da testagem.

Autorização para empresas privadas comprarem imunizantes contra a Covid-19 deve aumentar a escala de vacinação em Minas Gerais

Santa Catarina prorroga medidas de combate à Covid-19 até 12 de abril

Na ocasião, os jovens passarão por uma triagem, antes de serem encaminhados para a realização dos testes rápidos. A amostra de sangue é coletada por meio de um furinho na ponta do dedo. O resultado sai em cerca de 20 minutos. Se der positivo, o indivíduo será encaminhado imediatamente para outra triagem, para que seja feito um teste de antígeno, coletado por swab nasal.

Leia Também:  Cinco cidades no Entorno do DF fecham comércio a partir desta terça

Além de identificar os casos de coronavírus em crianças e adolescentes, a ação visa descrever as características sociais e demográfica dos participantes e analisar os fatores associados à contaminação.

Fonte: Brasil 61

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

NOTÍCIAS DO ENTORNO

Criança de 3 anos sofre oito paradas e morre em Goiás por Covid-19

Publicados

em

Heloísa Alves da Mata era moradora de Anápolis. Deu entrada na UPA da cidade no dia 28 de março com sintomas de febre e dores abdominais

heloisa alves da mata, de apenas 3 anos, vítima de covid-19 em goiásReprodução

Goiânia – Heloísa Alves da Mata, de apenas três anos de idade, morreu em Goiânia nessa quinta-feira (8/4), depois de enfrentar complicações geradas pela Covid-19. Ela chegou a sofrer oito paradas cardiorrespiratórias.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde de Anápolis informou que Heloísa deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Pediátrica no dia 28 de março, com sintomas de febre e dores abdominais.

O quadro se agravou e ela foi encaminhada para o Centro de Internação Norma Pizzari Gonçalves, também da cidade e onde ela ficou em um dos leitos da chamada sala vermelha, que acolhe casos mais críticos.

Heloísa sofreu as primeiras paradas cardiorrespiratórias, no local, indicando a necessidade de transferência para uma UTI pediátrica. A solicitação foi inserida no sistema estadual de regulação no dia 29 de março e ela foi transferida no dia seguinte.

A criança foi levada para o Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), em Goiânia, onde permaneceu internada até essa quinta-feira.

Leia Também:  Governo do Estado beneficia 1.104 famílias da região Noroeste de Goiânia com escrituras da casa própria

governador Ronaldo Caiado lamentou a morte da criança nas redes sociais. “A pequena Heloísa Alves da Mata, de apenas 3 anos, sofreu 8 paradas cardiorrespiratórias e morreu vítima da Covid-19, na última quinta, em Goiânia. Uma prova que o vírus não escolhe suas vítimas!”, escreveu.

Caiado aproveitou ainda para reforçar a necessidade de cuidado, diante do avanço da pandemia. “Não é momento de afrouxar os cuidados só porque já estamos vacinando. Só vamos vencer esse mal se todos fizerem sua parte. Recebam meu abraço e o de Gracinha (primeira-dama do estado). Que Deus conforte o coração de todos pela perda irreparável.”, expressou.

Vítima mais jovem de Anápolis

Até o fim desta semana, a Secretaria Municipal de Saúde de Anápolis aguardava a chegada da certidão de óbito de Heloísa para inserir o caso nas estatísticas. Ela é a vítima mais jovem da Covid-19, na cidade, que já perdeu 949 pessoas nesse mais de um ano de pandemia.

O número de pessoas contaminadas pela doença, em Goiás, já ultrapassou o meio milhão (507.234). Desse grupo, 14.948 são crianças menores de 10 anos.

Leia Também:  Pai escalpela filho de 6 anos por não gostar de corte de cabelo, parece corte homossexual
Fonte: Metropoles
COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

DISTRITO FEDERAL

FALA BOLSONARO

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA