BRASÍLIA

NOTÍCIAS DO ENTORNO

Governo de Goiás reforma 15 rodovias em três meses nas diversas regiões do Estado

Publicados

em

Apesar do período chuvoso e das restrições sanitárias, Goinfra recapeou 298 quilômetros de vias em rotas turísticas, corredores de escoamento de grãos e trechos de alta circulação de veículos, com pavimento padrão Dnit. “Temos trabalhado para superar essa fase de asfalto de ‘R$ 1,99’ e fazer obras dignas para todo cidadão”, diz governador Ronaldo Caiado
Governador Ronaldo Caiado, ao lado do presidente da Goinfra, Pedro Sales, enfatiza que reformas de rodovias seguem padrão de qualidade do Dnit: “Vamos superar essa fase de asfalto de ‘1,99’ e fazer obras dignas para os goianos”

Em apenas três meses, o Governo de Goiás, por meio da Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra), reformou 15 trechos de rodovias estaduais em todas as regiões do Estado. No total, foram 298 quilômetros de 15 vias que receberam nova capa asfáltica, com técnicas de engenharia que garantem a qualidade e a durabilidade da intervenção, ampliando a vida útil da malha viária. Além desses recapeamentos já entregues, a agência tem outros 10 em execução e dezenas de programações para entrar nos trechos nas próximas semanas.

O governador Ronaldo Caiado ressalta que a determinação em seu governo é fazer pavimentos do mesmo parâmetro de qualidade do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), dentro de regras claras para que o cidadão se sinta respeitado. “Temos nos esforçado ao máximo, trabalhado diuturnamente, para superar essa fase de asfalto de ‘R$ 1,99’ e fazer obras dignas para todos os goianis”, assegura.

“Em três meses, já realizamos ações em eixos estruturantes e prioritários, como rotas turísticas, corredores de escoamento de grãos e trechos de alta circulação de veículos”, ressalta o presidente da Goinfra, Pedro Sales, que lembra que também foram atendidas antigas reivindicações da população, como é o caso da revitalização da GO-462, na saída de Goiânia.

Neste início de ano, apesar das restrições sanitárias por conta da Covid-19 e do período de chuvas fortes, as obras não foram interrompidas. A Goinfra manteve suas frentes de serviços ativas por todas as regiões do Estado. “E se tem gente no trecho, a gente tem que estar junto. É determinação do governador Ronaldo Caiado que seja feito asfalto de qualidade, e temos acompanhado de perto todas as obras para conferir o padrão do pavimento executado”, destaca o presidente.

Leia Também:  Instalação de lâmpadas de led garante mais segurança aos motoristas e pedestres que passam pela BR-040

Rodovias reformadas
Em atenção às rotas turística, a Goinfra revitalizou duas rodovias importantes, a GO-213, entre os trevos de Caldas Novas e de Rio Quente, e ainda a GO-338, que liga Pirenópolis a Posse d’Abadiânia. Nas duas reformas, a agência aplicou nova capa asfáltica em concreto betuminoso usinado a quente, o CBUQ. “São trechos que estão, agora, em plenas condições de trafegabilidade para receber os turistas com mais segurança assim que a pandemia for controlada”, celebra Pedro Sales.

Já na Região Metropolitana de Goiânia, a Goinfra resolveu uma demanda histórica com o recapeamento da GO-462, que liga a capital a Santo Antônio de Goiás. No local, havia um problema crônico de buracos que se abriam ao longo da pista em períodos de chuvas, reforçado pela falta de drenagem nos bairros.

O trecho de três quilômetros foi revitalizado, também com aplicação de CBUQ, intervenção mais adequada em casos de grande deterioração, já que é aplicada uma camada asfáltica mais profunda e uniforme. “O governo hoje trabalha para recuperar o padrão de qualidade do asfalto que se pratica em Goiás. Nossas ações têm durabilidade e eficiência”, explica o presidente Pedro Sales.

As equipes também focaram no recapeamento da GO-222, entre Anápolis e Nerópolis, importante corredor até a GO-080, além de rota do escoamento de caminhões, principalmente ligados à indústria farmacêutica e ao setor de alimentos, em um trajeto alternativo para Goiânia. As equipes estiveram ainda na GO-330, entre Campo Limpo e Ouro Verde, e reformaram mais uma rodovia próxima a Anápolis.

Vale do São Patrício
As máquinas da Goinfra estiveram na região do Vale São Patrício para o recapeamento da GO-427, no perímetro urbano de Jaraguá. As equipes executaram a revitalização de 2,6 quilômetros da rodovia, que faz ligação com o município de Itaguaru. Nessa região, foi promovida ainda a revitalização da GO-460, desde São Patrício ao entroncamento da GO-334, e de 29,6 quilômetros da GO-334, de Carmo do Rio Verde a Rubiataba.

Leia Também:  Prefeitura de Águas Lindas adquire mais 15 respiradores

A Goinfra também seguiu firme para a GO-480, no trecho que liga os municípios de Rialma e Santa Isabel, no Centro do Estado. Forte representante da produção agropecuária, a região ganhou atenção especial da agência. No local, foi aplicada uma nova capa asfáltica em aproximadamente 13 quilômetros de rodovia.
O Centro Goiano e o Norte receberam melhoramentos na GO-338, entre Hidrolina e São Luiz do Norte, com revitalização de 25,9 quilômetros.

Sudoeste
Houve ainda equipes no perímetro urbano de Quirinópolis, na GO-206, para resolver antiga demanda dos moradores locais. Entre Acreúna e Paraúna, a Goinfra realizou o melhoramento da GO-164, em trecho de quase 52 quilômetros. Na GO-513, entre Acreúna e o distrito de Arantina, a foi atendida solicitação de produtores de grãos, especialmente de soja, com o recapeamento dos 24 quilômetros de asfalto, que irá facilitar o escoamento da safra.

A agência ainda entregou aos goianos o recapeamento de 28 quilômetros da GO-210, que liga Porteirão a Venda Seca, e da GO-206, no trecho de Gouvelândia ao entroncamento da GO-164.

Além de recapeadas, todas as rodovias recebem nova sinalização horizontal e vertical, e a implantação de tachas reflexivas. A ação faz parte do Goiás em Movimento – Eixo Sinalização, maior programa com esse foco já realizado no Estado e que visa aumentar a segurança dos condutores com a execução de toda sinalização viária necessária, de forma padronizada e estratégica.

Fonte: Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra) – Governo de Goiás

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

NOTÍCIAS DO ENTORNO

Criança de 3 anos sofre oito paradas e morre em Goiás por Covid-19

Publicados

em

Heloísa Alves da Mata era moradora de Anápolis. Deu entrada na UPA da cidade no dia 28 de março com sintomas de febre e dores abdominais

heloisa alves da mata, de apenas 3 anos, vítima de covid-19 em goiásReprodução

Goiânia – Heloísa Alves da Mata, de apenas três anos de idade, morreu em Goiânia nessa quinta-feira (8/4), depois de enfrentar complicações geradas pela Covid-19. Ela chegou a sofrer oito paradas cardiorrespiratórias.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde de Anápolis informou que Heloísa deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Pediátrica no dia 28 de março, com sintomas de febre e dores abdominais.

O quadro se agravou e ela foi encaminhada para o Centro de Internação Norma Pizzari Gonçalves, também da cidade e onde ela ficou em um dos leitos da chamada sala vermelha, que acolhe casos mais críticos.

Heloísa sofreu as primeiras paradas cardiorrespiratórias, no local, indicando a necessidade de transferência para uma UTI pediátrica. A solicitação foi inserida no sistema estadual de regulação no dia 29 de março e ela foi transferida no dia seguinte.

A criança foi levada para o Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), em Goiânia, onde permaneceu internada até essa quinta-feira.

Leia Também:  IPVA 2021 fica mais barato para os proprietários em Goiás

governador Ronaldo Caiado lamentou a morte da criança nas redes sociais. “A pequena Heloísa Alves da Mata, de apenas 3 anos, sofreu 8 paradas cardiorrespiratórias e morreu vítima da Covid-19, na última quinta, em Goiânia. Uma prova que o vírus não escolhe suas vítimas!”, escreveu.

Caiado aproveitou ainda para reforçar a necessidade de cuidado, diante do avanço da pandemia. “Não é momento de afrouxar os cuidados só porque já estamos vacinando. Só vamos vencer esse mal se todos fizerem sua parte. Recebam meu abraço e o de Gracinha (primeira-dama do estado). Que Deus conforte o coração de todos pela perda irreparável.”, expressou.

Vítima mais jovem de Anápolis

Até o fim desta semana, a Secretaria Municipal de Saúde de Anápolis aguardava a chegada da certidão de óbito de Heloísa para inserir o caso nas estatísticas. Ela é a vítima mais jovem da Covid-19, na cidade, que já perdeu 949 pessoas nesse mais de um ano de pandemia.

O número de pessoas contaminadas pela doença, em Goiás, já ultrapassou o meio milhão (507.234). Desse grupo, 14.948 são crianças menores de 10 anos.

Leia Também:  O Hospital Regional de Formosa ira oferece mamografia a partir do dia 19 de março 2021
Fonte: Metropoles
COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

DISTRITO FEDERAL

FALA BOLSONARO

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA