BRASÍLIA

PAPO RETO

Renato Riella: Diesel sobe 8,87% e gasolina tem defasagem de 20%

Publicados

em

Petrobras anunciou reajuste de 8,87% nos preços de diesel para as distribuidoras, que passa de R$ 4,51 para R$ 4,91 o litro. O último reajuste foi há 60 dias.

Os preços do gás de cozinha e da gasolina não serão alterados neste momento. Especialistas indicam que a gasolina está defasada em 20%, o que indica provável aumento.

Para a Petrobras, o reajuste foi necessário por causa da redução da oferta do combustível diante da demanda.

“Os estoques globais estão reduzidos e abaixo das mínimas sazonais dos últimos cinco anos nas principais regiões supridoras. Esse desequilíbrio resultou na elevação dos preços de diesel no mundo inteiro, com a valorização desse combustível muito acima da valorização do petróleo.”

Hoje certamente haverá repercussão, principalmente entre os caminhoneiros, mas certamente também no Palácio do Planalto.
Wallace Landim, o Chorão, presidente da Associação Brasileira de Condutores de Veículos Automotores (Abrava), já se manifestou, alertando que o aumento nos combustíveis dos caminhões terá ‘efeito dominó’ sobre os demais itens da economia.

IMPOSTO DE RENDA – Para destravar a Reforma Tributária no Senado, o Ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que o Governo pode apresentar versão “mais enxuta” do projeto, com a proposta de aumento do imposto de renda sobre os super-ricos e redução dos impostos cobrados sobre as empresas.

“A hora é agora. Já aprovamos essa reforma na Câmara dos Deputados, mas está travada no Senado”, disse ele.

Leia Também:  Derrota para o sistema (varcentraldoapitoglobo)

Guedes defendeu o fim de toda tributação sobre a indústria, inclusive no caso do IPI, “para permitir que o Brasil, que tem todas as matérias-primas, seja uma potência mundial”.

PIX – Sistema PIX bateu recorde de transações em um só dia na sexta-feira (6), informou o Banco Central, com 73.198.432 de operações.
O PIX, lançado em novembro de 2020, tem mais de 430 milhões de chaves registradas.

ELEIÇÕES – Mídia destaca discussão entre os militares e a Justiça Eleitoral.
Ontem, o Tribunal Superior Eleitoral informou que vai se posicionar até amanhã quarta-feira (11) sobre sete novas sugestões apresentadas pelo Ministério da Defesa para adaptação do sistema eleitoral.

As Forças Armadas integram a Comissão de Transparência das Eleições. Foi essa comissão que aprovou, na semana passada, o plano com dez medidas para ampliar a segurança e a transparência do processo eleitoral.

BRASIL – Foram 53 óbitos pela Covid-19 no Brasil ontem, elevando o total a 664 mil, segundo o Ministério da Saúde.
Média móvel de mortes no Brasil pela Covid-19 está em 84/dia.

UCRÂNIA – Presidente ucraniano Volodymir Zelenski, comemorando a data da vitória sobre a Alemanha nazista na Segunda Guerra Mundial, disse que seu país vencerá a guerra com a Rússia e não cederá nenhum território.

Ele contestou discurso do Presidente Vladimir Putin, que discursou na Rússia e afirmou que a “operação militar especial” na Ucrânia foi uma ação “preventiva”.

Leia Também:  Renato Riella: Já está valendo redução de 35% no IPI

Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, assinou Lei de Empréstimo e Arrendamento da Defesa da Democracia da Ucrânia de 2022.

FOCUS – Diante da greve dos servidores do Banco Central, mais uma vez não foi divulgado o Boletim Focus, que sinaliza previsões para inflação e PIB no Brasil.

PESQUISA – Distrito Federal divulgou a Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios (Pdad) 2021, registrando população de 3.010.881 habitantes.
Renda média domiciliar é a maior do Brasil, comparada com os 26 estados, chegando a R$ 6.329,14.

Entre os habitantes do DF, 57,4% se autodeclaram negros e 18,5% possuem algum tipo de deficiência.
Quando se trata de educação, 36,3% dos habitantes possuem ensino superior completo. Nos lares, 99% possuem acesso à internet.

BOLSONARO – Agenda presidencial indica que hoje, a partir das 10h, o Presidente Bolsonaro participará, no Palácio do Planalto, da cerimônia de apresentação de cartas credenciais de novos embaixadores.

Às 19h, no Setor Militar, em Brasília, vai participar das comemorações do Exército pelo Dia da Cavalaria.

ECONOMIA – Dólar fechou ontem com alta de 1,56%, a R$ 5,15.
Índice Ibovespa, da Bolsa de Valores, atingiu 103.250 pontos, caindo 1,79%.
Por RENATO RIELLA

COMENTE ABAIXO:

PAPO RETO

Renato Riella: Bafômetro reconhecido pelo Supremo

Avatar

Publicados

em

Por

Supremo Tribunal Federal (STF) tomou decisão que pode inibir a presença de motoristas bêbados no trânsito.
Foi decidido que haverá aplicação de multa para aqueles que se recusam a fazer o teste do bafômetro.

STF também validou a proibição da venda de bebidas alcoólicas às margens de rodovias federais.

Pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB), o motorista que se recusa a ser submetido ao teste está sujeito à multa gravíssima de R$ 2.934,70 e pode ter a licença para dirigir suspensa por 12 meses. Atualmente, a tolerância é zero para qualquer nível de álcool no organismo.

No entanto, pessoas flagradas em estado de embriaguez ao volante recorriam à Justiça, alegando que não deveriam ser punidas ao se recusar a soprar o bafômetro.

PIB – Ministério da Economia fixa em 1,5% a previsão de crescimento da economia brasileira para 2022.
Ao final do ano passado, previa alta na casa de 2,1% para a evolução do PIB (Produto Interno Bruto) do Brasil, no valor financeiro de R$ 9,6 trilhões.

A melhora do desempenho econômico do Brasil tem ocorrido pela retomada no setor de serviços e ampliação dos investimentos, com recuperação do mercado de trabalho.
Para 2023, esperado avanço de 2,5% no PIB.

INFLAÇÃO – Governo Federal alterou para cima a previsão da inflação deste ano, segundo o Ministério da Economia.
O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que em março era estimado em 6,55% para o ano, agora teve a previsão elevada para 7,9%.

Leia Também:  Atraso de recurso do WhatsApp não tem ligação eleitoral, diz governo

Para 2023, previsão de inflação fica em 3,6%.

OTIMISMO – Ministro da Economia, Paulo Guedes, demonstra otimismo em relação à situação financeira brasileira.
Para ele, o “inferno” da inflação já passou.

Porém, a inflação em abril registrou alta de 1,06%, considerada a maior para o mês desde 1996, segundo o IBGE.
Paulo Guedes explica que o Brasil saiu na frente, ao aumentar a taxa de juros oficial Selic, o que pode gerar resultados nos próximos meses no controle da inflação.

MÍNIMO – Ministério da Economia divulgou estimativa para o salário mínimo de 2023, com expectativa de que o número chegue a R$ 1.310,17 — aumento de R$ 98,17 a partir de janeiro.
A estimativa baseia-se na previsão para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a inflação oficial do país.

RENTABILIDADE – Poupança completou 20 meses seguidos de perdas para a inflação.
Em abril, a rentabilidade da poupança foi de 0,56% em termos nominais, enquanto a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) foi de 1,06%. Com isso, a caderneta teve retorno negativo no mês.

Leia Também:  Renato Riella: Previsto superávit de U$$ 111.6 bi na balança comercial em 2022

No acumulado em 12 meses até abril, a poupança teve um rendimento real negativo (descontada a inflação) de 6,58%, perda maior do que a observada nos 12 meses até março (-6,20%), segundo levantamento da provedora de informações financeiras Economatica.

COVID – O Brasil registrou ontem 114 mortes pela Covid-19, elevando o total a 665,4 mil.

Média móvel de mortes no Brasil está crescendo e ontem chegou a 113/dia.

AGENDA – Presidente Bolsonaro abre o dia de hoje com café da manhã, no Palácio do Planalto, recebendo pais e mães paulistas integrantes do Movimento Escolas Abertas, que defende qualidade no funcionamento dos estabelecimentos escolares.

MUSK – Presidente Bolsonaro e empresário Elon Musk, homem mais rico do mundo, vão se reunir amanhã no interior de São Paulo, (Fasano Boa Vista, na cidade de Porto Feliz).

A reunião foi intermediada pelo Ministro das Comunicações, Fabio Faria.
Serão abordadas questões de marcos regulatórios, regulação na Amazônia e conectividade nas escolas da região.

ECONOMIA – Dólar caiu ontem 1,28%, para R$ 4,91.
Índice Ibovespa, da Bolsa de Valores, caiu 0,71%, para 107.005 pontos.

Fonte:  RENATO RIELLA

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

Nos siga no Facebook

DISTRITO FEDERAL

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Gostou da notícia? Quer mais?

Nos Siga no Facebook 

para mais Notícias

Gostou da notícia? Nos Siga para Mais.

ENVIAR MENSAGEM
Estamos Online!
Olá
Podemos Ajudar?
ENVIAR MENSAGEM
Estamos Online!
Olá
Podemos Ajudar?