BRASÍLIA

POLICIAL

Após atirar contra policiais militares, homem é detido no Itapoã

Publicados

em

Três homens que estavam em um carro trocaram tiros com policiais militares do 20º Batalhão, por volta das 3h30 deste domingo (11). Um dos suspeitos foi baleado, uma arma de fogo foi apreendida e os outros suspeitos conseguiram fugir.
A equipe recebeu informações que três homens em um VW/Gol haviam efetuado disparos de arma de fogo, na quadra 29, próximo de um supermercado. Os policiais intensificaram o patrulhamento na região e conseguiram visualizar o veículo. Foi dada ordem de parada, mas o condutor desobedeceu e acelerou o carro. Em seguida, os ocupantes do VW/Gol efetuaram disparos contra a viatura policial. Os policiais não tiveram alternativa e revidaram os disparos.
O veículo foi seguido até a QL 5 do Itapõa onde o condutor colidiu contra uma fogueira e cadeiras que estavam sendo utilizadas em uma festa, vindo a lesionar algumas pessoas que estavam no local. Ele também atropelou e matou um cachorro.
O motorista perdeu o controle e colidiu contra o meio fio. Os ocupantes desceram e continuaram a fuga a pé. Um deles invadiu uma casa e chegou a ameaçar o morador com a arma de fogo. Ele pulou o muro e conseguiu fugir pelos telhados. Outro suspeito conseguiu fugir e um deles foi detido no local do acidente.
O homem detido estava ferido e foi levado ao Hospital de Base onde recebeu atendimento.
A arma de fogo, um revólver calibre 38 com duas munições intactas, duas deflagradas e uma picotada (falhou), foi encontrada na proximidade do local do acidente.
A ocorrência foi registrada na 6º Delegacia. O homem detido tem passagens pela Polícia por porte ilegal de arma de fogo e homicídio. 

Leia Também:  PMDF preende suposto assassino de policial PRF em festa na Samambaia

PMDF

COMENTE ABAIXO:
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

POLICIAL

Homem é condenado a 24 anos de prisão por assassinato em vingança

Publicados

em

Por

A segunda vítima teria presenciado o ataque e sobrevivido a facadas nas costas enquanto fugia do local

O Tribunal do Júri de Planaltina condenou Welisson Ferreira Barros a 24 anos e dois meses de prisão por matar um desafeto e a tentativa de homicídio de outro homem.

De acordo com a denúncia do Ministério Público do DF, os crimes ocorreram no dia 18 de agosto de 2019, no bairro Arapoanga, em Planaltina, motivados por suspeita que a vítima fatal teria participação em roubo contra o réu e seus comparsas.

Na segunda-feira (24), o Ministério Público decidiu que o crime contra a primeira vítima foi praticado por motivo torpe, uma vez que o réu agiu por vingança e sem direito a defesa, já que o ofendido foi atingido pelas costas.

A segunda vítima teria presenciado o ataque e sobrevivido a facadas nas costas enquanto fugia do local.

Em plenário, os jurados acolheram a denúncia do MPDFT para condenar o réu. O juiz presidente do Júri condenou Welisson. O réu deverá cumprir a pena em regime inicial fechado e não poderá recorrer da sentença em liberdade.

Leia Também:  Procurado por roubo é preso em Sobradinho

Fonte: Jornal de Brasilia

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

Nos siga no Facebook

DISTRITO FEDERAL

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Gostou da notícia? Quer mais?

Nos Siga no Facebook 

para mais Notícias

Gostou da notícia? Nos Siga para Mais.