BRASÍLIA

POLICIAL

Cenas fortes: Homem atropela e mata intencionalmente na Vila Telebrasília

Publicados

em

O foragido já possui antecedentes criminais por estupro de vulnerável e violência doméstica praticados no Estado do Goiás

A Justiça de Brasília decretou a prisão preventiva de Genival Ferreira Da Silva Junior, o Junior, acusado de de homicídio e tentativa de homicídio qualificados. O homem está foragido da polícia.

De acordo com as investigações, no dia 24 de outubro de 2021, Junior teria discutido em uma distribuidora de bebidas, na Vila Telebrasília. Em um estacionamento, o homem utilizou seu veículo para atropelar a vítima, que estava sentada em uma motocicleta parada no local. Apesar as intensas diligências realizadas pela equipe da 1ª DP, ainda não foi possível localizar o paradeiro do suspeito.

O delegado-chefe adjunto da 1ª DP, Maurício Lacozilli divulgou que o foragido já possui antecedentes criminais por estupro de vulnerável e violência doméstica praticados no Estado do Goiás.“Caso ele seja condenado pelos crimes de homicídio qualificado consumado e por homicídio qualificado tentado, as penas somadas podem chegar aos 50 anos de prisão”, destaca Lacozilli.

Leia Também:  Criança se pendura em caminhão e morre atropelada

A vítima sobrevivente sofreu lesões graves, porém foi socorrida ao hospital, onde passou por procedimentos médicos de urgência e já teve alta.

Informações e ou denúncias poderão ser feitas por meio dos canais on-line e pelo Disque-Denúncia (197), a ligação é gratuita. A 1ª DP disponibiliza ainda um telefone com mensagem instantânea: 3207-6331.

Fonte: Jornal de Brasilia

COMENTE ABAIXO:

POLICIAL

Filho desaparecido há 4 meses reencontra a mãe no Creas de Planaltina

Publicados

em

Por

Daniel, entre a avó e a mãe, Maria: finalmente, o reencontro | Foto: Divulgação/Sedes

Mas um reencontro inesperado transformou o último dia 7 em um momento especial para toda equipe da unidade

Essa é uma história com grandes emoções. Era uma tarde de trabalho de sexta-feira como qualquer outra no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) de Planaltina. Mas um reencontro inesperado transformou o último dia 7 em um momento especial para toda equipe da unidade.

Após uma peregrinação por várias unidades socioassistenciais no DF, Maria Alves Pereira, que procurava há quatro meses pelo filho Daniel, de 37 anos, finalmente o encontrou.

Maria Alves saiu de Arinos, em Minas Gerais, e percorreu vários cantos do DF com uma foto do filho nas mãos. A esperança dela era de que o rapaz tivesse passado por alguma abordagem social para pessoas em situação de rua.

E ela não estava errada. Uma servidora da unidade de Planaltina (a última parada de Maria) guardou o retrato e anotou o contato da mãe.

Leia Também:  Fortaleza: em trabalho ininterrupto, resgate mobiliza 135 bombeiros

E não demorou para que o telefone tocasse. Algum tempo depois que Maria deixou o Creas, Daniel entrou para pedir ajuda.

A funcionária da unidade ligou imediatamente para a mãe, que escutou a notícia que mais queria: o filho estava lá.

A gerente do Creas, Rosalva Aparecida da Silva, disse ter sido uma das histórias mais emocionantes a que presenciou. “Não houve uma pessoa que não chorasse de emoção com aquele reencontro”, contou.

O trabalho da equipe do Creas não terminou ali naquele reencontro. Daniel foi encaminhado para atendimento especializado, e a mãe voltou para Arinos com a certeza de que não vai mais perder contato com o filho e que ele está sendo devidamente atendido pela política socioassistencial do GDF.

  • Com informações da Agência Brasília
  • Fonte: Jornal de Brasilia
COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

Nos siga no Facebook

DISTRITO FEDERAL

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Gostou da notícia? Quer mais?

Nos Siga no Facebook 

para mais Notícias

Gostou da notícia? Nos Siga para Mais.