BRASÍLIA

POLICIAL

Lutador é preso por espancar e torturar enteado de 5 anos

Publicados

em

Um lutador de Muay Thai, de 20 anos, foi preso em flagrante nesta segunda-feira, 29, por suspeita de torturar e espancar seu enteado, uma criança de 5 anos. O caso foi atendido pela Polícia Civil em Chapadão do Sul, no Mato Grosso do Sul.

A violência aconteceu enquanto o homem cuidava da criança. A mãe do menino voltou para casa no fim do dia e percebeu as marcas no filho. A mulher acionou a Polícia Militar, que encaminhou o caso para a Delegacia da Polícia Civil de Chapadão do Sul, que manteve as investigações.

O delegado da Polícia Civil do município, Felipe Potter, informou que o lutador agrediu a criança com socos e tapas, o pequeno precisou de atendimento médico.

Ele chegou a fugir do local do crime, indo para a cidade de Paraíso das Águas. O homem tentou traçar o trajeto, de 55 km de Chapadão do Sul, se escondendo em meio à mata, na zona rural.

Os agentes, no entanto, localizaram o suspeito e efetuaram a prisão em flagrante pelo crime de Tortura Qualificada. O homem afirma não saber o motivo do porquê fez o que fez. Ele não tinha passagens pela polícia.

Leia Também:  Mulher pede socorro por SMS e é resgatada de cárcere privado

O Conselho Tutelar foi acionado.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Jornal de Brasília

COMENTE ABAIXO:
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

POLICIAL

Homem é condenado a 24 anos de prisão por assassinato em vingança

Publicados

em

Por

A segunda vítima teria presenciado o ataque e sobrevivido a facadas nas costas enquanto fugia do local

O Tribunal do Júri de Planaltina condenou Welisson Ferreira Barros a 24 anos e dois meses de prisão por matar um desafeto e a tentativa de homicídio de outro homem.

De acordo com a denúncia do Ministério Público do DF, os crimes ocorreram no dia 18 de agosto de 2019, no bairro Arapoanga, em Planaltina, motivados por suspeita que a vítima fatal teria participação em roubo contra o réu e seus comparsas.

Na segunda-feira (24), o Ministério Público decidiu que o crime contra a primeira vítima foi praticado por motivo torpe, uma vez que o réu agiu por vingança e sem direito a defesa, já que o ofendido foi atingido pelas costas.

A segunda vítima teria presenciado o ataque e sobrevivido a facadas nas costas enquanto fugia do local.

Em plenário, os jurados acolheram a denúncia do MPDFT para condenar o réu. O juiz presidente do Júri condenou Welisson. O réu deverá cumprir a pena em regime inicial fechado e não poderá recorrer da sentença em liberdade.

Leia Também:  Homem é preso após se masturbar em ônibus

Fonte: Jornal de Brasilia

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

Nos siga no Facebook

DISTRITO FEDERAL

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA

Gostou da notícia? Quer mais?

Nos Siga no Facebook 

para mais Notícias

Gostou da notícia? Nos Siga para Mais.