BRASÍLIA

POLICIAL

Motorista de aplicativo estupra menina de 13 anos atrás de UPA no DF

Publicados

em

O acordo foi feito entre representantes da PGDF, da PMDF, da AGU e do Ministério da Justiça – (crédito: Arquivo)

O suspeito, de 44 anos, abordou a menina no meio da rua e pediu que ela entrasse no carro. Após o crime, nesta terça-feira (14/11), no Núcleo Bandeirante, ele deu a ela R$ 30 para ficar em silêncio. O estuprador foi preso em flagrante pela PMDF

Um motorista de transporte por aplicativo foi preso, pela Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), após estuprar uma menina de 13 anos. O crime ocorreu por volta das 16h30 desta terça-feira (14/11), no Núcleo Bandeirante.

Correio apurou que o homem, de 44 anos, passava em uma via, quando avistou a menina na rua. De dentro do carro, o motorista pediu que a garota entrasse no veículo, pois estaria indo para a casa de uma mulher. À polícia, a menor relatou que o acusado seguiu rumo aos fundos de uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) do Núcleo Bandeirante e, lá, a abusou sexualmente.

Leia Também:  Homem é preso acusado de estuprar filha e enteada

Após cometer o crime, o motorista deixou a vítima no Conjunto 29 da ADE. Antes de descer do carro, a menina ainda recebeu R$ 30 do suspeito em troca do silêncio. A garota entrou em uma distribuidora de bebidas do conjunto e foi acolhida.

Segundo a Polícia Militar, no momento em que o suspeito foi abordado, estava com outra passageira no carro. O homem foi levado à 21ª Delegacia de Polícia (Taguatinga Sul) e deve responder por estupro de vulnerável.

Fonte: Correio Brasiliense

COMENTE ABAIXO:

Colunista

Continue lendo

POLICIAL

PM é morta em emboscada em área de milícia do Rio, diz corporação

Avatar

Publicados

em

Por

A cabo Vaneza Lobão, de 31 anos, foi morta na noite de sexta-feira, 24, na Rua Passo da Pátria, em Santa Cruz, bairro da zona oeste do Rio de Janeiro conhecido pela atuação de milicianos. Segundo informações preliminares da Polícia Militar do Estado (PMERJ), a mulher foi vítima de uma emboscada na entrada de onde residia, quando estava dentro do carro. Os autores dos disparos teriam fugido após o crime.

A corporação emitiu uma nota de pesar, em que repudia “veementemente” o que chamou de uma “morte bárbara”. Também postou pedidos em redes sociais por informações sobre o caso, com recompensa de até R$ 5 mil pelo Disque-Denúncia. A policial estava na corporação há 10 anos.

Santa Cruz é um dos bairros do Rio com atuação de milicianos e histórico recente de conflitos. Em outubro, a morte de um líder de milícia local esteve entre os motivos apontados para ao menos 35 ataques com incêndios a ônibus e um trem. Em 2018, um confronto entre supostas integrantes de milícias e traficantes deixou feridos na zona oeste carioca.

Leia Também:  PCDF usa helicóptero em megaoperação contra o tráfico em Águas Claras

Nas redes sociais, a nutricionista Andreza Lobão disse que sua irmã foi vítima de uma covardia. “O meu coração sangra”, lamentou. “A sua lealdade com os seus jamais será esquecida”, postou.

Fonte: IstoÉ

COMENTE ABAIXO:

Colunista

Continue lendo

Nos siga no Facebook

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA

ENVIAR MENSAGEM
Estamos Online!
Olá
Podemos Ajudar?
ENVIAR MENSAGEM
Estamos Online!
Olá
Podemos Ajudar?