BRASÍLIA

SAÚDE

Manaus exonera médicos investigados por furar fila de vacina

Publicados

em

Manaus exonera médicos investigados por furar fila de vacinaCidade paulista vai testar vacinação em massa contra covid-19

O decreto com as exonerações da Secretaria Municipal de Saúde foi publicado no Diário Oficial de Manaus. Os cargos eram de gerentes de projetos.

Dois dias após o início da campanha de imunização na cidade, a prefeitura de Manaus e o governo do Amazonas chegaram a suspender a vacinação dos profissionais de saúde devido a denúncias de aplicação de vacinas em pessoas que não estavam na linha de frente de combate à covid-19, nem eram de grupos prioritários.

A Procuradoria da República no Amazonas cobrou, na Justiça, que a prefeitura fosse obrigada a prestar informações diárias sobre as pessoas vacinas. Na época, o órgão notificou duas jovens médicas recém-contratadas pela Secretaria Municipal de Saúde a prestarem esclarecimentos por terem recebido a vacina.(ABr)

Fonte: Diário do Poder

Leia Também:  Covid-19: Anvisa aprova importação de 2 milhões de doses de vacina
COMENTE ABAIXO:
Propaganda

SAÚDE

Drauzio Varella sobre próximos dias da pandemia: “Serão horríveis”

Publicados

em

O médico relacionou o alto número de mortes provocadas pela Covid-19 na última semana às aglomerações feitas durante o feriado de Carnaval

Drauzio VarellaReprodução/TV Globo

Drauzio Varella fez duras críticas à situação atual do Brasil na pandemia da Covid-19, em um vídeo exibido no programa Fantástico, da TV Globo, nesse domingo (7/3). O médico relacionou o alto número de mortes das últimas semanas às aglomerações, pessoas que circulam sem máscara e à atuação do Ministério da Saúde.

Varella destacou que os óbitos mais recentes estão relacionados às infecções que ocorreram nas últimas quatro semanas, muitas provocadas por jovens durante as aglomerações no feriado do Carnaval.

O médico afirma que os próximos dias “serão horríveis”, com o colapso dos hospitais e pacientes morrendo por falta de ar à espera de um leito de internação nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) superlotadas.

“Enquanto tanta gente egoísta insistir em andar por aí sem máscara nas festas e no meio das aglomerações a epidemia não acaba”, pontuou Drauzio Varella.

Ele fez um apelo para que as pessoas respeitem as orientações de uso de máscara e distanciamento social – seja por vontade própria ou por medidas de isolamento impostas pelas autoridades – para preservar as vidas dos mais frágeis. “A alternativa é vermos a morte chegar cada vez mais perto de nós”, concluiu.

SAÚDEDRAUZIO VARELLACORONAVÍRUSPANDEMIA DE CORONAVÍRUS

Leia Também:  Covid-19: Brasil registra 7.110.434 casos e 1.092 mortes

Fonte: Metropoles

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

DISTRITO FEDERAL

FALA BOLSONARO

ECONOMIA

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA